Lista de Freguesias

Casal Vasco

Casal Vasco é uma freguesia do concelho de Fornos de Algodres, distrito da Guarda e Diocese de Viseu, ficando num planalto a ENE da sede do concelho. Confina com as freguesias de Antas (concelho de Penalva do Castelo), S. João da Fresta (concelho de Mangualde), Matança, Algodres, Infias e Fornos de Algodres. A freguesia é […]

Mais detalhes...

União das Freguesias de Sobral Pichorro e Fuinhas

Orago: Nossa Senhora da Graça Sobral Pichorro é uma pequena povoação situada ao fundo da serra da Maceira, na margem direita e muito perto da ribeira, que vem do concelho de Trancoso. Esta freguesia tem por anexa a Quinta da Mata Gata, hoje povoação, chamada simplesmente Mata. A igreja Paroquial, cujo orago é Nossa Senhora da […]

Mais detalhes...

União das Freguesias de Cortiçô e Vila Chã

Orago: São Pelágio É uma povoação quase escondida e sepultada no fundo do vale, entre a Serra de Algodres e a do Belcaide. Mas é antiquíssima; é mesmo possível que venha do tempo dos romanos. Com certeza já existia em 1170, com o nome de Cortiçolo, e dela se faz menção na Carta de Couto […]

Mais detalhes...

União das Freguesias de Juncais, Vila Ruiva e Vila Soeiro

Orago: São Tiago Maior Em 1527 dizia-se Jumcães, e tinha 40 fogos; em 1757 tinha apenas 33. Inclui os lugares de Cadoiço e Ponte de Juncais. A freguesia é da invocação de Santiago. A igreja de Juncais possuía casa de residência paroquial, com magníficos e extensos passais anexos.   Orago: Nossa Senhora da Graça Parece tirar o nome […]

Mais detalhes...

Queiriz

Foi uma proba ou aldeia de que era senhor o prior do Convento de Moreira que lhe deu foral em 1235. Os moradores eram colonos do Mosteiro e adscritos à terra que cultivam de pais e filhos. Deviam levar ao convento 1/4 dos frutos. A rogos do prior os habitantes estavam debaixo da protecção e […]

Mais detalhes...

Muxagata

Esta, povoação só por si só constitui, desde tempos remotos, uma freguesia, fica situada ao fundo da Serra do Belcaide, junto da ribeira. Nada se sabe sobre a origem do seu nome que em 1482 se chamava Mocegata, Muxigata em 1600, e Muxiguata em 1700. Em 1527 já pertencia ao Concelho de Algodres com o […]

Mais detalhes...

Matança

É uma das mais antigas povoações do concelho; há quem a faça remontar à época dos romanos. Efectivamente estando situado entre dois rios, sobre cada um deles ainda hoje existe uma ponte romana. A ponte sobre o rio Carapito, que vem da serra da Lapa, é de dois arcos e muito elegante, outrora ligada á […]

Mais detalhes...

Maceira

Da origem e nome desta terra nada se sabe, mas deve ser antiquíssima; e a este respeito corre uma lenda que, embora sem verosimilhança, damos a título de curiosidade. Conta-se que em tempos remotíssimos aqui veio parar uma caravana de gente nómada, vinda dos lados do norte, que acampou no sítio onde chamam os Lenteiros […]

Mais detalhes...

Infias

Apesar de ter sido vila e concelho, foi sempre, desde há muitos séculos, um pequeníssimo agregado populacional, que em 1527 se chamava Emfiaens, e não tinha mais de 30 moradores (fogos). Esta povoação, a mais bem situada do concelho, assenta airosamente no alto da serra, a noroeste de Fornos, a 630 metros de altitude. Descobre-se […]

Mais detalhes...

Fornos de Algodres

A Vila de Fornos de Algodres, actual sede concelhia que estende o seu tecido habitacional ao longo da Estrada Nacional 16, na base da colina subjacente à Serra da Esgalhada e que deve o seu nome aos fornos de cerâmica, outrora aqui existentes. Presume-se que a primeira “Carta de Foro” (Foral) de Fornos de Algodres […]

Mais detalhes...

Figueiró da Granja

É a mais importante, pela sua riqueza e pela sua população, entre todas as freguesias do concelho. Suavemente reclinada na encosta do Outeiro, entre arvoredos verdejantes e sicomoros floridos, a vila, constantemente beijada pelas doces emanações de frescura que lhe envia o ribeiro da Fonte, que desliza, remansoso e cristalino, a seus pés, entre os […]

Mais detalhes...

Algodres

É a vila de Algodres, uma linda e graciosa povoação. Assente no cume da serra do seu nome, a altitude de 700 metros, contemplando donairosa, dominadora e senhoril, como uma rainha soberana, as povoações circunjacentes, suas vassalas, é ela, ainda hoje, que dá o nome de toda a região. Pouco se sabe da sua origem; […]

Mais detalhes...

Freguesias

© Copyright - Município de Fornos de Algodres. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido pela ADSI ligado ao beira.pt