VI Jornadas de Etnobotânica e III Fim de Semana da Urtiga

Um Fim de Semana diferente em Fornos de Algodres

Nos dias 13/14 e 15 de Maio realizaram-se as VI Jornadas de Etnobotânica alusivas à “temática do pão” e concomitantemente celebrou-se o III Fim-Semana da “Urtiga” em Fornos de Algodres.
Um fim de semana diferente em que se desenvolveram diversas actividades, constantes no programa anexo, e em que tivemos oportunidade de promover produtos locais de reconhecida importância no património cultural e na gastronomia regional, nomeadamente o pão e a urtiga.
O evento contou com a participação de aproximadamente oitenta pessoas que começaram o dia com uma caminhada de aprox. 8 Kms – (Aveleiras/Matança), ao longo da ribeira de Carapito, podendo disfrutar de uma magnifica paisagem de searas e da diversidade e riqueza da nossa flora.
Paragem obrigatória no moinho de água do Prado, que actualmente ainda funciona, para observação da actividade de moagem à moda antiga e degustação de “papas doces” caracteristicas da nossa região.
Um grupo bastante animado que partilhou um piquenique e que seguiu viagem para disfrutar de uma tarde cultural com várias palestras, exposições inerentes às temáticas em questão e um Show cooking de “Cuscus à moda de Vinhais”.
Seguiu-se uma noite bastante agradável com palco ao ar livre, que contou com a actuação da Banda dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, Grupo Etnográfico e Folclórico de Gouveia e Grupo Etnográfico e de Cantares da Casa do Pessoal da Câmara Municipal de Fornos de Algodres.
No Domingo, a salientar também o momento de Entronização de quatro novos Confrades na Confraria da urtiga que visa promover, divulgar e valorizar toda a riqueza envolvente desta planta silvestre.
Segundo o autor cubano, Jorge Onélio Cardozo, “o ser humano tem duas grandes fomes, a de pão e a de beleza; a primeira é saciável; a segunda, infindável…”
Nesta VI edição das Jornadas de Etnobotânica, e III edição do “Fim-de-Semana da Urtiga”, as entidades organizadoras, nomeadamente o Município de Fornos de Algodres, a Confraria da Urtiga de Fornos de Algodres e a Adruse, pretenderam saciar estas “duas grandes fomes” humanas, propondo aos participantes um programa que vinculou à necessidade de atender à sua “fome de pão”, e ao prazer de saciar a sua “fome de beleza”, presente nas nossas paisagens, nas nossas gentes e nos lugares singulares da nossa região.

Vidé ProgramaVer Mais

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *