Ação de combate à vespa das galhas dos castanheiros

Com o apoio da REFCAST e do Eng.º Almeida da DRAPC, no dia 13 de maio, o Gabinete Técnico Florestal do Município de Fornos de Algodres procedeu à libertação do parasitoide específico utilizado no controlo da praga que afeta os castanheiros. A vespa-da-galha-do-castanheiro está presente no território concelhio, de forma bastante evidente, tendo sido as largadas realizadas nos locais de maior concentração de soutos e castinçais.

O Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu é um inseto conhecido com o nome vulgar de “vespa-da-galha-do-castanheiro” que ataca vegetais do género Castanea, induzindo a formação de galhas nos gomos e folhas, provocando a redução do crescimento dos ramos e a frutificação, podendo diminuir drasticamente a produção e a qualidade da castanha e conduzir ao declínio dos castanheiros.

O controlo da vespa-da-galha-do-castanheiro apenas um modo de luta autorizado, a luta biológica, que é realizada exclusivamente através da introdução de um inseto parasitoide específico, o Torymus sisnensis.

A vespa-da-galha-do-castanheiro é o mais perigoso inimigo do castanheiro até agora conhecido e contínua em expansão no Norte e Centro do país.

Um investimento totalmente suportado pelo Município de Fornos de Algodres.